És Líder ou Chefe? – por Valter Bampi

postado em: Notícias | 0

Homens de negócios são frios, calculistas, insensíveis, com mais afeição aos números do que com pessoas, verdade que o estilo antigo de se fazer negócios do século passado colaborou muito a criação deste estereotipo, mas nos últimos anos, percebeu-se que investir em pessoas proporciona retorno maior do que se imagina. também avanço tecnológico acelerou o ritmo da sociedade pelo desenvolvimento dos meios de comunicação,internet, banda larga, celular .Acabamos ficando cada vez mais plugados, acelerados, cenário propício ao desenvolvimentode uma sociedade interiorizada, com mais relacionamentos virtuais, através de mídias sociais. Comprovado que não é possível empreender com sucesso, nem de longe, com esse perfil de comportamento, porque o maior patrimônio de uma empresa não são equipamentos, estoques, marcas, propriedades intelectuais, prédios, mas sim pessoas. A gestão dos recursos humanos passou a representar um setor estratégico, podendo definir o grande destaque da empresa no mercado ou o seu fracasso,surgindo nesse cenário a figura do líder, figura rara, porém fundamental ao crescimento,prosperidade das empresas. E o que aconteceu com chefes? Eles ainda estão por aí, dando ordens, cumprindo processos, tornando a vida de alguns mais difícil. Qual é a diferença entre chefes e líderes? Chefe,você evita estar perto. Líder, você deseja aprender com ele diretamente. Chefe, você obedece. Líder, você segue. Chefe, dá ordens. Líder, dá exemplos. Chefe,consome o seu tempo. Líder,gasta o tempo dele. Chefe, você presta conta. Líder, você cumpre o seu compromisso. Chefe, você tem no emprego. Líder, você tem para a sua carreira e em alguns casos, para a vida,costumo usar uma fórmula matemática para caracterizar bem a equação algébrica entre o chefe e o líder: LÍDER – confiança – admiração = CHEFE.Vamos fazer uma pesquisa: você tem um líder ou um chefe?

Como gestor do agronegocio por muitos anos diria o seguinte: “Se tivesse que selecionar alguém” tomando por base uma característica pessoal, me orientaria por seu amor ao trabalho,pela disposição em aceitar tarefas de modo a executá-las até sua conclusão, sem se importar se isso exigisse que fosse além das horas regulares da jornada, acrescento: “cheguei à conclusão de que indivíduos que fazem isso são aqueles que entendem completamente o que fazem”. A prática revela que o valor do trabalho está na intensidade de seu desempenho,no alvo a ser atingido,status da função ou a posição hierárquica pouco ou nada tem de dignidade ou grandeza. Tudo se inicia no treinamento,estabelecimento de objetivos,obrigação do empregador para com seu empregado.Líderes criam amigos, cultivam pessoas,humanismo, humildade e humor continuam sendo ingredientes mágicos na arte,na vida de um líder. Ah, mas existem situações da bronca, da agressividade, sim, desde que não confundamos agressividade com violência.Agressividade como tônus vital, assertividade, defesa veemente de convicções,capacidade de ânimo guerreiro aos combates,lutas são virtudes necessárias e presentes nos quesitos decisivos de um líder,porém 70% das circunstâncias, será das relações,dos calorosos amigos cultivados ao longo de uma jornada na liderança, que um líder vai obter sucesso, e acima disso, a superação nas horas mais difíceis e improváveis.

Gerenciar tem uma história interessante,deriva da palavra italiana "maneggio" que significa treinar um cavalo. Os gerentes adotam atitudes impessoais, às vezes até passivas, em relação a metas, enquanto os líderes têm uma atitude pessoal e ativa em relação ao alcance de metas. Existe uma necessidade de liderança nos negócios, ao mesmo tempo existe um vazio sobre o que isso significa na prática e como fazer mudanças. SIM, LIDERANÇA E GERENCIAMENTO SÃO DIFERENTES. Eles diferem em motivação, história pessoal e no modo de pensar e agir.Liderança não é o mesmo que gerenciamento. Enquanto os gerentes têm foco em sistemas, processos e tecnologia, procurando dirigir trabalhadores, os líderes estão orientados para as pessoas, contexto e cultura, procurando servir os colaboradores da organização.A liderança forte precisa monitorar constantemente a mudança no meio social, os hábitos de compra, os impulsos dos consumidores, organizando os recursos na direção certa. A maioria das organizações é super gerenciada e sub-liderada.A liderança nao deve ser confundida com chefia ou gerência. Um bom gerente ou chefe não é, necessariamente, um bom líder. O líder nem sempre é um gerente ou chefe. Na realidade, os líderes devem estar presentes em todos os níveis hierárquicos (desde direção, gerência até o colaborador). Contudo, é na gerência que reside o ponto mais crítico da liderança,dizer que não vai mudar, é o mesmo que dizer que não vai evoluir. Mudar é uma rotina na vida dos que crescem e um sofrimento para os acomodados e mudanças acontecem quando escolhemos ou quando não há escolha, então queres ser chefe ou líder?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − seis =