Top 10 do Brasileiro, goleiro do Grêmio pode quebrar recorde de 36 anos

postado em: Notícias | 0

Marcelo Grohe, um dos avalistas da recuperação do Grêmio no Brasileirão, está perto de uma marca histórica no futebol brasileiro. Sem sofrer gols há 749 minutos, o goleiro encostou no número obtido por Rogério Ceni, em 2007. E tem chance de superar Jairo, do Corinthians de 1978, e se tornar o camisa 1 com mais tempo sem ser vazado desde 1971.

O rendimento atual por si só já é histórico. Com oito jogos de invencibilidade, Grohe aparece entre os 10 goleiros que ficaram mais tempo sem sofrer gols na história do Campeonato Brasileiro. Uma honraria que não era alcançada por ninguém desde 2007.

Rogério Ceni, o terceiro na escala de tempo sem gols, acumulou 988 minutos em nove partidas da campanha vitoriosa do São Paulo sete anos atrás. A sina dele terminou com um gol marcado por Rodrigo Tabata, na vitória de 2 a 1 em cima do Santos. Grohe está perto.

O camisa 1 do Grêmio precisa continuar sem levar gol por cerca de dois jogos e meio para igualar Ceni. Se mantiver a boa fase, com defesas salvadoras como as praticadas diante do Botafogo, no domingo, pode até sonhar com o recorde máximo.

Ela pertence a Jairo, goleiro do Corinthians em 1978. Ele passou 1.132 minutos incólume e se mantém desde então no topo da tabela. O segundo lugar é de Emerson Leão, que ficou sem levar gols pelo Palmeiras de 1973 por 1.057 minutos.

À frente de Marcelo Grohe também estão: Acácio, do Vasco, com 915 minutos, Neneca, do Guarani, com 778, João Leite, com 773, Renan, do Internacional de 2006, com 770 minutos, e ainda Paulo César, do Sport de 1985, com 756 minutos.

Além da atual série de oito partidas com a defesa intacta, o Grêmio e Marcelo Grohe também têm a seu favor outro dado: o time gaúcho é o participante que acumula o maior número de jogos sem sofrer gols: 15. O que equivale a 60% das 25 rodadas disputadas pelo tricolor até aqui.

O bom momento de Marcelo Grohe no Grêmio é reflexo da convicção. Em dezembro do ano passado, Dida deixou o Grêmio e o clube não foi atrás de outro goleiro para ser titular. Bancou o jogador criado nas categorias de base como a primeira opção para Enderson Moreira e agora para Felipão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 1 =