‘Inestimável’, Aránguiz retoma protagonismo no Inter. Mas seleção atrapalha

postado em: Notícias | 0

Para acabar o Brasileirão entre os quatro primeiros e garantir vaga na próxima Libertadores, o Inter conta com todos os jogadores, mas principalmente Aránguiz. O volante chileno, autor de dois gols na vitória sobre o Santos, é tratado como 'de valor inestimável' pelo técnico Abel Braga. Porém, dos seis jogos que restam do Brasileirão, perderá dois por conta da seleção chilena. 

Chamado pelo técnico Jorge Sampaoli regularmente, Aránguiz está na relação que enfrenta Venezuela e Uruguai, nos dias 14 e 18 de novembro, nas cidades de Talcahuano e Santiago respectivamente. 
 
Inicialmente, tinha presença ameaçada até no clássico Gre-Nal do próximo final de semana. Mas a direção do Internacional já trata o assunto por encerrado e garante a presença dele no jogo. Isso porque o primeiro treinamento do time chileno ocorre no dia seguinte ao duelo da 33ª rodada. Aránguiz joga e parte em seguida para unir-se à seleção. 
 
Mas ao mesmo tempo que a notícia é boa para o enfrentamento com o Grêmio, o mesmo não serve para os duelos contra Goiás e São Paulo. Diante de ambos, Aránguiz estará fora. E fará muita falta, ainda mais pela série de elogios recebidos depois do duelo com o Santos. 
 
"É uma peça de valor inestimável. Ele está sempre disposto. O grande diferencial do Aránguiz para os grandes jogadores, e ele é maior do que muitos pensam que é, é o fato de fazer tudo mais simples. Não coloca fantasia, não faz nada diferente do simples. E tem este rendimento. Terminei o jogo [contra o Santos] com ele fazendo o lado direito na linha de quatro. E foi muito bem. Muito acima da média. Está, com certeza, entre os três ou quatro estrangeiros mais importantes do Brasil", elogiou Abel. 
 
E tamanho apreço se deve a grandes atuações. A última, no domingo, contra o Santos. O chileno recebeu lançamento de D'Alessandro, driblou um marcador e colocou para a rede o primeiro gol vermelho. No segundo, em uma cobrança de tiro livre indireto dentro da área em razão de um recuo irregular, foi firme ao bater forte e definir o placar. 
 
Restará para ele, depois de servir à seleção, jogos contra Atlético-MG, Palmeiras e Figueirense. Antes, porém, há o Grêmio na calendário e o clássico está marcado para domingo às 17h na Arena. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 2 =