Ramiro cita jejum de dois anos como motivação extra para o Gre-Nal

postado em: Notícias | 0

Os dois anos sem vitória em cima do Internacional incomodam torcedores, dirigentes e jogadores do Grêmio. As duas derrotas mais recentes – 2 a 0 no primeiro turno do Brasileirão e 4 a 1 na final do Gauchão, machucam. O volante Ramiro admitiu que o histórico ruim perante o rival servirá como motivação para o tricolor no clássico 403, no próximo domingo, na Arena.

"Cada jogo tem sua história, o que passou já passou. Para quem está aqui no Grêmio essas derrotas incomodam. Nunca é bom perder clássico e ainda mais da forma como a gente perdeu alguns", comentou o volante nesta terça-feira (04), em entrevista coletiva no estádio Olímpico.

A última vitória do Grêmio em cima do Internacional aconteceu em 2012, no Beira-Rio. Elano marcou logo no começo da partida, disputada debaixo de chuva e com o estádio parcialmente interditado em virtude das obras para Copa do Mundo. Daquele time, apenas Marcelo Grohe e Pará continuam no tricolor.

Nesta temporada, o Grêmio ainda viu o rival conquistar a primeira vitória da história dos clássicos na Arena – a sua nova casa. O acúmulo de resultados ruins pode ser a injeção de ânimo para o time conseguir uma arrancada fulminante no Brasileirão e chegar ao G-4.

"Vamos olhar o lado positivo, tem isso. A gente vem há um tempo sem vencer Gre-Nal e é uma motivação a mais saber que podemos ganhar e quebrar esse tabu. Além de passar na frente deles e entrar no G-4", apontou Ramiro.

Grêmio e Internacional se enfrentarão domingo, às 17h, na Arena do Grêmio. O time comandado por Luiz Felipe Scolari é sexto colocado com 54 pontos. Já a equipe dirigida por Abel Braga ocupa a terceira posição com 56 pontos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × três =