Inter de Argel cumpre a primeira missão em menos de uma semana

postado em: Notícias | 0

Três jogos e nada de gols sofridos. Pode parecer pouco, mas para o Internacional a atual série da defesa invicta diz muito. Depois de ser humilhado no Gre-Nal, o Colorado traçou como meta possuir um sistema defensivo mais sólido. Argel Fucks assumiu contra o Cruzeiro e levou o pedido ao pé da letra. A vitória em cima do Ituano, 2 a 0, coroou aquilo que o clube gaúcho chama de renascimento em pleno mês de agosto.

São 277 minutos (fora os acréscimos) sem levar gols. A última bola que o Inter teve de buscar no fundo da rede foi no Gre-Nal 407, aos 38 minutos do segundo tempo. Quando Réver tentou cortar cruzamento de Fernandinho e mandou contra. Depois daquilo, parede impenetrável contra Fluminense, Cruzeiro e Ituano.

"A chegada do Argel serviu para dar um grito com todo mundo, é o jeito dele e é muito bom. A gente era tratado como melhor time do Brasil e do nada teve um vendaval. Estamos melhorando e temos que seguir assim", falou o volante Nilton.

Contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte, Argel usou três volantes. De acordo com o treinador, uma contingência pela fase turbulenta do time e por ser sua estreia. Fora de casa. Dias antes, o interino Odair Hellmann comandou o time na vitória magra em cima do Flu. E no confronto com o Ituano, o Inter esteve mais próximo da escalação considerada ideal. A ser lapidada a partir de agora.

"Fizemos um jogo seguro, faz três jogos que não levamos gol. Nosso goleiro parou de ser o melhor em campo. Estou muito contente, muito feliz pela resposta deles e por ser o meu segundo jogo aqui", comentou Argel.

No domingo, o Internacional recebe o Atlético-PR em jogo da 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ganhar é obrigação, mas não levar gols está no mesmo degrau na escala de necessidades do Colorado. Até aqui, o time já sofreu 21 gols no Brasileirão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × 1 =