Coopercentral Aurora Alimentos completa 45 anos com sólida posição nacional

postado em: Notícias | 0

Ao completar 45 anos, a Coopercentral Aurora apresenta resultados em duas dimensões. Na dimensão interna, processa a matéria-prima gerada por mais de 62.800 famílias rurais associadas às 12 cooperativas filiadas à Coopercentral, garantindo renda e mercado. No plano externo, tornou-se uma empresa do setor de alimentos e não mais, apenas, de produtos cárneos, com marcante inserção nacional e crescente participação no comércio internacional.

Com um mix de 800 produtos, entre carnes de aves e suínos, lácteos e massas, a Cooperativa Central Aurora Alimentos completa, em 15 de abril, 45 anos de crescente participação no mercado nacional. A Coopercentral Aurora Alimentos é um conglomerado agroindustrial sediado em Chapecó (SC) que pertence a 12 cooperativas agropecuárias, consolidou-se como uma das maiores expressões do cooperativismo brasileiro e ocupa vitoriosa 3a posição entre os maiores grupos agroindustriais do País.

As quatro décadas e meia de fundação serão festejadas na terça-feira (15), às 10 horas da manhã, com a inauguração da planta industrial de Joaçaba, que absorveu investimentos da ordem de 86 milhões de reais.

No dia 15 de abril de 1969, dezoito homens representando oito cooperativas do oeste catarinense uniam-se em torno de um objetivo comum: constituir e construir uma Cooperativa central para industrializar e comercializar a produção de suínos dos associados. A Cooperativa Central Oeste Catarinense (hoje, Cooperativa Central Aurora Alimentos) foi fundada pelas cooperativas: Cooperativa Mista Agropastoril Chapecó, Cooperativa de Laticínio Chapecó, Cooperativa Mista Xaxiense, Cooperativa Mista Lajeado Grande de Xaxim, Cooperativa Agrícola Regional Xanxerê, Sociedade Cooperativa Mista de Palmitos, Cooperativa Agropecuária de São Carlos e Cooperativa Mista Modelense.

As cooperativas de produção agrícola perceberam a importância estratégica da conjugação de esforços, em grau superior, para superar a condição de fornecedor de matéria-prima a que estavam destinados os produtores rurais. Ao organizar a produção em nível regional e obter uma oferta em escala, a Coopercentral Aurora criou as bases para a industrialização da produção gerada pelos associados das cooperativas singulares filiadas. A determinação e o arrojo dos dirigentes cooperativistas – tendo à frente o pioneiro Aury Luiz Bodanese – permitiram construir uma estrutura agroindustrial capaz de absorver, transformar e conquistar mercado para essa produção.

Ao completar 45 anos, a Coopercentral Aurora apresenta resultados em duas dimensões. Na dimensão interna, processa a matéria-prima gerada por mais de 62.800 famílias rurais associadas às 12 cooperativas filiadas à Coopercentral, garantindo renda e mercado. No plano externo, tornou-se uma empresa do setor de alimentos e não mais, apenas, de produtos cárneos, com marcante inserção nacional e crescente participação no comércio internacional.

Essa nova visão foi formatada no planejamento estratégico da cooperativa e manifestou-se, concretamente, com a diversificação de seu mix de produção e o lançamento de dezenas de produtos da linha de lácteos e pizzas, entre outras ações.

O presidente Mário Lanznaster destaca que a Aurora e suas filiadas têm atuado também como difusora do conhecimento científico, assegurando o acesso do pequeno produtor aos avanços da pesquisa agropecuária. A proteção econômica, a atualização tecnológica e a defesa política que a Aurora proporciona ao seu universo de cooperados são faces da doutrina cooperativista. Graças ao cooperativismo, o campo incorporou novas tecnologias, diversificou as atividades, tecnificou a agricultura e outras explorações pecuárias, adquiriu mais máquinas e equipamentos, automóveis e utilitários, móveis e eletrodomésticos. O cooperativismo ajudou a levar a eletrificação rural a todos os recantos, garantiu assistência técnica em todas as propriedades rurais, proporcionou habitação e saneamento. Enfim, elevou a qualidade de vida da família rural.

Expressão Nacional – Alguns números atestam a dimensão social e econômica da Aurora: receita operacional bruta anual de 5,7 bilhões de reais, manutenção de quase 22.000 empregos diretos e geração de 100 mil empregos indireto, abate e processamento de 16.500 suínos/dia e de 858 mil aves/dia, processamento de 1,5 milhão de litros de leite/dia, 22 milhões de reais de faturamento/dia, 4.400 toneladas de produtos vendidos por dia, mais de 100 mil clientes no Brasil, presença em mais de 60 países.

No campo, a base produtiva organizada pelas cooperativas agropecuárias é formada por 62.800 famílias cooperadas, entre as quais, 8.039 produtores de leite, 3.670 criadores de suínos e 2.410 criadores de aves.

A estrutura da Aurora é formada por 42 estabelecimentos: oito unidades industriais de suínos, seis unidades industriais de aves, seis fábricas de ração, 13 unidades de ativos biológicos (incluindo granjas, incubatórios e unidade de disseminação de gens), oito unidades de vendas e a sede central (matriz).

Coopercentral Aurora Alimentos influencia diretamente o desenvolvimento social e econômico de mais de 300 municípios brasileiros das regiões em que atua. A cooperativa contribui de forma direta na geração do movimento econômico que inicia com o produtor (fornecedor de matéria-prima), aquisição de insumos e equipamentos necessários para produção, estimulando as economias regionais.

Os números de 2013 atestam a importância da Aurora para os municípios. Em razão da industrialização de aves, suínos, leite e grãos, a cooperativa alavancou o movimento econômico dos municípios em cerca de 2,4 bilhões de reais, contribuindo, assim, para incrementar o índice de retorno do ICMS dessas comunidades. Esse incremento resultou do valor adicionado da atividade agropecuária (2,4 bilhões de reais) e da atividade industrial (996 milhões de reais).

Além disso, a Aurora injetou na economia regional 626 milhões de reais em remuneração, benefícios e reais em encargos, durante o ano passado.
Na área social, a Cooperativa Central é mantenedora da Fundação Aury Luiz Bodanese que, em 2013, desenvolveu 1.619 ações e atendeu 167.265 pessoas. 

Em 2013 foram conferidos à Aurora seis distinções nacionais: Troféu Benchmarking Ambiental Brasileiro da Benchmarking Brasil – SP; Troféu Lide de Agronegócios do Fórum Nacional de Agronegócios – SP; Troféu Ponto Extra da APAS – Associação Paulista de Supermercados; Troféu Empresa Cidadã 2013 da ADVB/SC – Associação dos Dirigentes de Venda e Marketing do Brasil; Troféu Responsabilidade Social 2013 da ALESC – Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina e Melhor do País em Gestão de Cadeia de Negócios da Revista Dinheiro Rural.

Fonte:  MB Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 + treze =