Brasil é goleado e dá adeus ao hexa

postado em: Notícias | 0

O Brasil viveu uma tragédia na sua história no futebol ao ser goleado por 7 a 1 pela Alemanha, nesta terça-feira no Mineirão, e disse adeus ao hexacampeonato ao ser eliminado nas semifinais da Copa do Mundo.

O Brasil até pareceu que enfrentaria a Alemanha de igual para igual nos primeiros 10 minutos de jogo, mas uma falha na zaga após cobrança de escanteio permitiu que Müller sozinho fizesse 1×0 para os alemães. Depois disso, o descontrole começou. A Alemanha cresceu no jogo, passava a controlar a partida, enquanto a seleção brasileira não conseguia construir nenhuma jogada.

O domínio então virou massacre. Em apenas seis minutos, a Alemanha fez quatro gols, com Klose, Kroos, duas vezes, e Khedira. Todos os gols foram após trocas de passes dos jogadores alemães sem nenhuma marcação brasileira. Após os 28 minutos, com 5×0 no placar, a Alemanha passou

No segundo tempo, Felipão ainda fez duas alterações. Colocando Paulinho e Ramires no lugar de Fernandinho e Hulk. A seleção brasileira até passou a pressionar, mas não conseguir marcar. Paulinho em duas vezes e Fred desperdiçaram algumas chances, mas foi a Alemanha quem marcou. Schürrle ainda anotou o sexto aos 24 da etapa final e marcou mais um dez minutos depois. A goleada ainda poderia ser maior se não fosse duas defesas de Júlio César. Nos Acréscimos, Oscar fez o gol de honra brasileiro.

O Brasil nunca havia sofrido tantos gols na sua história. O placar mais elástico tinha sido um 6-0 diante do Uruguai, na Copa América de 1920. Também foi a maior goleada sofrida pelo Brasil em Copas do Mundo, superando o 3 a 0 da final de 1998, quando a França se sagrou campeã em casa.

A Alemanha, que deu troco da derrota por 2 a 0 que sofreu na final de 2002, decidirá o título neste domingo no Maracanã contra o vencedor da partida entre Argentina e Holanda, que se enfrentam nesta quarta-feira no Itaquerão, em São Paulo. Já o Brasil terá que se contentar com a disputa para o terceiro lugar, neste sábado em Brasília.

A seleção não conseguiu superar a ausência de Neymar, que fraturou uma vértebra na última sexta-feira, nos momentos finais da vitória por 2 a 1 sobre a Colômbia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × cinco =