Com set de 72 pontos, Rússia bate Irã e espera o Brasil na fase final da Liga

postado em: Notícias | 0

Principal favorita ao título, a Rússia sentiu nesta quarta-feira a força do emergente Irã e precisou ir ao tie-break para iniciar a fase final da Liga Mundial com vitória. Em um jogão, que teve uma parcial de 72 pontos (37 a 35 para os asiáticos), os russos venceram, de virada, por 3 sets a 2 (18/25, 25/18, 25/21, 35/37 e 15/8), em 2h26min, na abertura da fase final, no ginásio Nelson Mandela, em Florença, na Itália. Atuais campeões olímpicos e da Liga, os russos somaram dois pontos e chegarão embalados no aguardado duelo com o Brasil, nesta quinta-feira, às 12h30 (de Brasília). Vai ser a estreia brasileira nesta fase final. Pela derrota em cinco sets, o Irã somou um ponto – a Rússia levou dois.

Rússia, Irã e Brasil formam o Grupo I desta fase final. Eles vão se enfrentar entre si, e os dois melhores colocados avançarão às semifinais contra os que forem melhor no Grupo H, formado por Itália, Estados Unidos e Austrália. Os italianos venceram os americanos por 3 sets a 0 (25/22, 25/21 e 26/24), também nesta quarta-feira, para largarem na frente. 

Como tem sido rotina nas últimas grandes competições, o grande destaque da Rússia foi o central Muserskiy, de 2,18m. O gigante foi o maior pontuador da sua seleção, com 20 pontos, sendo 14 de ataque, cinco de bloqueio e um de saque. Apesar do revés, o Irã teve o maior pontuador da partida. Bastante eficiente, o oposto Ghafour fez 30 pontos.

Maior surpresa do vôlei mundial nesta temporada, o Irã começou a partida muito bem e deu a impressão de que poderia aprontar mais uma. Depois de vencer, duas vezes cada, Brasil, Itália e Polônia na fase de grupos, os asiáticos fizeram um primeiro set impecável e levaram a melhor (25/18). Porém, na segunda parcial, a Rússia e Muserskiy acordaram e tomaram conta do jogo. Forçando mais o saque, os europeus conseguiram controlar as viradas de bola e, assim, tiveram um belo aproveitamento no ataque. Do outro lado da quadra, o Irã passou a errar mais e, apesar do empenho, viu o seu oponente vencer os dois sets seguintes sem grandes dificuldades (25/18 e 25/21).

Os iranianos voltaram a jogar muito bem no quarto set e dificultaram a vida dos russos. Em uma parcial com muitas variações de jogadas e com os ataques levando a melhor sobre as defesas, os iranianos salvaram cinco match points e, depois de 47 minutos, levaram a melhor por 37 a 35. Foram nada menos do que 72 pontos no set. Assim, o jogo foi para o tie-break. No quinto set, o Irã chegou a abrir 5 a 2. Porém, o gigante Muserskiy voltou a chamar o jogo para si e conseguiu controlar os ânimos do seu time, que acabou vencendo por 15/8, fechando o jogo em 3 sets a 2, após 2h26min.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × um =