Grohe faz defesa à la Banks e assume dianteira na Bola de Ouro

postado em: Notícias | 0

Fred já ia comemorando o gol após cabeçada certeira, só não contava com a mão direita milagrosa de Marcelo Grohe. Foi graças ao goleiro do que o Grêmio manteve o 1 x 0 sobre o Fluminense, em Porto Alegre.

Plasticidade e precisão. Foi o que precisou Grohe para evitar o gol de Fred, que subiu mais que a defesa e testou no canto. O goleiro gremista se esticou todo e, à la Banks, que fez milagre em cabeçada de Pelé, na Copa de 1970, espalmou para longe do gol. Com essa e mais duas interceptações providenciais, Grohe somou média 6,63, suficiente para lhe colocar na dianteira da Bola de Ouro, que premia o melhor jogador do Brasileiro ao final da temporada.

Atrpas de Grohe está Paulo Henrique Ganso, que fez os dois gols da vitória do São Paulo sobre o Flamengo e subiu para 6,60 na média. Com os mesmos 6,60 está Conca, do Fluminense, que fecha o pódio.

Confira os dez primeiros colocados da Bola de Ouro ao final da 4ª rodada do Brasileiro:

1º Marcelo Grohe (Grêmio): 6,63 / 4 jogos

2º Paulo Henrique Ganso (São Paulo): 6,60 / 5 jogos

3º Conca (Fluminense): 6,60 / 5 jogos

4º D'Alessandro (Suíça): 6,50 / 5 jogos

5º Alexandre Pato (São Paulo): 6,50 / 4 jogos

6º Aránguiz (Internacional): 6,50 / 4 jogos

7º Marcelo Moreno (Cruzeiro): 6,50 / 3 jogos

8º Ricardo Goulart (Cruzeiro): 6,50 / 2 jogos

9º Douglas (São Paulo): 6,50 / 2 jogos

10º Victor (Atlético-MG): 6,40 / 5 jogos

Fonte: PLACAR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 4 =