Grêmio se consolida com ‘retranca’ e repete marca de 4 jogos sem sofrer gol

postado em: Notícias | 0

O Grêmio joga primeiro para se defender, e apenas depois para atacar. A ideia proposta pelo técnico Luiz Felipe Scolari é bastante clara e já impactou positivamente no rendimento do time. Neste domingo, ao empatar em 0 a 0 com o Atlético-MG, a equipe repetiu a marca de quatro jogos sem sofrer gols e reforçou a preferência pela defesa.



Não é novidade tal período sem ser vazado. Entre os jogos contra o Sport, pela 8ª rodada, e contra o Figueirense, pela 11ª, o goleiro Marcelo Grohe não levou um sequer. Na ocasião foram três empates em 0 a 0, contra Spot, Goiás e Palmeiras, e uma vitória por 1 a 0 diante do Figueirense.



Agora, o período se repete, mas com resultados melhores. Vitórias por 1 a 0 sobre Bahia, Flamengo e Atlético-PR e empate em 0 a 0 contra o Atlético-MG.



O fim dos gols sofridos coincide com uma mudança: a entrada de Pedro Geromel. O defensor substituiu Werley e vem tendo bom nível de atuações. No entanto, na análise de Luiz Felipe Scolari, não foi necessariamente pela entrada que os gols contra pararam de ocorrer.



"Não é a entrada do Geromel, é a consistência que o meio-campo deu ao time. Os atacantes também voltam na bola parada e por isso estamos sendo felizes em não sofrer gols", afirmou Felipão.



A escalação do meio-campo gremista reflete a predileção defensiva do time. São três volantes na maioria das vezes. Felipe Bastos, Ramiro e Matheus Biteco, horas Riveros ou mesmo Walace, mas todos com a marcação como principal característica.



Mesmo assim, o time gaúcho não tem a melhor defesa do Campeonato Brasileiro. O Corinthians sofreu apenas 13 gols nos 21 jogos do certame nacional, enquanto o Grêmio levou 14. Mas a diferença é pequena, pode ser tirada em uma rodada.



Ao todo são 405 minutos sem levar um gol sequer, desde o marcado por Robinho, no fim do primeiro tempo do duelo contra o Santos pela Copa do Brasil, em 28 de agosto.



Na próxima quinta-feira, o time gaúcho revê exatamente o último time que conseguiu vencer sua barreira defensiva. O Santos será adversário pela terceira rodada do segundo turno do Brasileirão. O duelo ocorre às 20h30, na Arena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − treze =