Produção de suco de uva e espumantes aumentou no ano passado

postado em: Notícias | 0

As vendas de produtos vitivinícolas elaborados no Estado do Rio Grande do Sul, que correspondem a cerca de 90% da produção brasileira, se mantiveram estáveis em 2014, se comparadas ao ano anterior. Os números divulgados pelo Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho) apontam que houve uma redução de 0,18% no total global na comercialização, acompanhando o baixo crescimento econômico brasileiro no período, com o PIB (Produto Interno Bruto) apresentando variação de 0,2%. 



Os destaques, mais uma vez, foram os espumantes, com a venda de 16,7 milhões de litros, e os sucos de uva prontos para o consumo, com a comercialização de 90,2 milhões de litros, índices de crescimento de 5,5% e 13,5%, respectivamente. 



Na contramão desses resultados, os vinhos finos apresentaram redução de 3,9%, número semelhante ao registrado na comercialização dos vinhos de mesa, com índice negativo de 4,1%. Já os produtos importados, reagiram em relação ao ano anterior e cresceram 12,4% na venda em supermercados, lojas, adegas e restaurantes. 



O presidente da Fecovinho (Federação das Cooperativas Vinícolas do Rio Grande Sul), Oscar Ló, destaca que as cooperativas do Estado têm reforçado a produção de sucos de uva e espumantes, que apresentam crescimento constante nos últimos anos. "Temos visto um crescimento na venda de produtos engarrafados, e isso é positivo, pois são produtos com maior valor agregado", enfatiza o dirigente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × um =