Janela quente na Europa e pressão por cofre vazio abrem Grêmio para vendas

postado em: Notícias | 0

A porta está aberta, e não é apenas para entrada. O Grêmio vai reformular o elenco e para isso precisará de verba. Sem dinheiro em caixa, o clube deve vender jogadores para ter poder de investimento. E três atletas encabeçam a lista de alvos. 

O principal atrativo aos olhos europeus no momento é o goleiro Marcelo Grohe. Com 28 anos e convocado para seleção brasileira, após a disputa da Copa América propostas devem povoar a mesa do presidente Romildo Bolzan Júnior. Ele já foi alvo de sondagens, mas nunca mostrou interesse de deixar o clube imediatamente. Poderia pesar, porém, a situação financeira tricolor, que precisa de verba. 
 
"Não trato jogar na Europa como uma obsessão. Isso nunca tirou meu sono. Se não jogar lá, serei frustrado… Não é nada disso. Pelo contrário. Já falei aqui e sigo pensando assim: se eu construir minha carreira toda no Grêmio estarei satisfeito. Se surgir um dia a chance de jogar na Europa, for bom para o Grêmio e para mim, será uma realização grande. Poder viver em um outro país, com outra cultura. Pode ser bom para meu filho que está chegando também. Mas não é algo que tire meu sono. Essas coisas acontecem naturalmente", disse o goleiro. 
 
E a reposição para uma eventual saída de Marcelo já está no grupo. O goleiro Bruno Grassi, eleito o melhor da posição no Campeonato Gaúcho deste ano, quando defendia o Cruzeiro-RS, foi contratado e teve vínculo até 2017 publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nesta quinta-feira. 
 
Mas não é apenas Marcelo que está 'na prateleira'. O meia-atacante Luan já foi alvo de sondagens e propostas principalmente vindas da Espanha. A oferta chegou a 10 milhões de euros. Foi rejeitada porque o clube gaúcho acha que o jovem de 22 anos vale mais. Mas uma nova investida pode mudar os planos e levá-lo para o 'Velho Continente'.
 
O terceiro que vê aproximação europeia é Walace. O volante de 19 anos, entretanto, não conseguiu a mesma valorização dos colegas pois sequer se firmou ainda como titular do time. Algo que deve acontecer no Brasileiro. Ele já entrará no time no próximo domingo. 
 
Além dos cofres vazios, o Grêmio vê ainda na janela do meio do ano a principal abertura para negócios com clubes da Europa. O início dos campeonatos reforça investimentos mais altos e busca por jogadores que possam se adaptar aos poucos. 
 
Até agora, as movimentações gremistas no mercado da bola foram discretas. Paulinho foi para o Coritiba. Gustavo Xuxa para o Londrina. Bruno Grassi foi contratado. Erik trocou o Veranópolis pelo Juventude. E a direção ainda espera contratar um centroavante e um lateral direito. Matías Rodríguez e Cristian Rodríguez não devem ter vínculos ampliados. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × um =