Aguirre assume culpa por derrota do Inter contra o Sport: “Foi justo”

postado em: Notícias | 0

Diego Aguirre mandou um Internacional muito diferente a campo contra o Sport, nesta quarta-feira (01), e pagou o preço. Derrotado por 3 a 0 em Recife, o treinador assumiu a responsabilidade pela decisão de preservar Ernando, D'Alessandro e Lisandro López – além de improvisar Nilton na vaga e usar Léo e Wellington após longo tempo de recuperação de lesão. Mas para o uruguaio, a opção faz parte de um risco a ser assumido pensando na Copa Libertadores.

"Foi uma derrota justa, o Sport jogou muito. Muito bem. Encontrou o gol em um erro nosso, mereceram o triunfo. Tentamos colocar em campo o time que achamos melhor, com tantos jogos que temos pela frente. Também pensamos na Libertadores e às vezes temos que assumir riscos e aí se pode ter uma derrota como essa", disse o técnico.

Ao todo, foram oito mudanças em relação ao time que venceu o Santos. Sem Ernando, que recebeu folga um dia antes da partida – assim como D'Alessandro e Lisandro López, Aguirre improvisou Nilton ao lado de Alan Costa. Escalou Wellington como titular após nove meses afastado por lesão no joelho e viu um primeiro tempo de dar dó. Sem força na frente e com a defesa exposta, sofrendo a cada ataque do Sport.

"Quase seis meses que estou aqui, assumo tudo. Sou o responsável. São 40 jogos, eu assumo os 40 jogos", afirmou. "Este grupo tem superado dificuldades várias vezes, agora é ter calma e tentar ganhar o jogo de domingo. Sempre focado na decisão da Libertadores, que é muito difícil tirar da cabeça", completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quinze + sete =