Brasil entra na lista dos 15 maiores em energia solar

postado em: Notícias | 0

Brasil atinge 10 GW em usinas #fotovoltaicas em operação!

Começo a semana comemorando! Na semana passada nosso país atingiu a marca de 10 GW em usinas fotovoltaicas em operação comercial, somando a geração centralizada (usinas acima de 5 MW) e a geração distribuída (abaixo de 5 MW).

Segundo os dados mais recentes da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica – ABSOLAR, os investimentos somam mais de R$ 50 bilhões, com mais de 290 mil #empregos gerados, R$ 15 bilhões em #arrecadação de tributos e mais de 10 milhões de toneladas de CO2 evitadas. Mas a tecnologia representa apenas 2% da matriz elétrica.

Projetos de geração fotovoltaica são mais rápidos e baratos de serem implementados, pelas características de engenharia de construção. Levantar estruturas com painéis é mais simples do que erguer torres eólicas e muito mais do que construir uma #hidrelétrica.

Além disso, o #Sol é um recurso abundante em todo o território brasileiro, permitindo a instalação de usinas em qualquer região.

Esses atributos fazem da #energiasolar fotovoltaica um grande trunfo para aumentar a capacidade do Brasil produzir energia, tanto na modalidade #GD quanto na #GC.

Projeções da Empresa de Pesquisa Energética apontam que as fontes solar e eólica serão as principais responsáveis pela expansão da oferta de energia elétrica na próxima década.

Outro estudo da EPE indica que a geração solar distribuída está se tornando protagonista na expansão de #eletricidade no Brasil. Em 2020, a tecnologia superou o crescimento de todas as fontes centralizadas.

A pesquisa prevê que até 2031, a GD solar poderá atingir 41 GW de capacidade instalada e acumular R$ 138 bilhões em #investimentos nessa década.

Relembrando que o Brasil atualmente possui mais de 85 milhões de unidades consumidoras de energia e pouco mais de 500 mil fazem uso da GD solar, fica fácil dimensionar o enorme #potencial desse mercado.

Outro fator importante, é a eletrificação da frota de automóveis. Dentro dessa movimentação global de #descarbonização, está a substituição de carros movidos a gasolina e diesel por veículos elétricos.

Um estudo da consultoria Wood Mackenzie prevê que os #veículoselétricos com baterias dominarão o transporte rodoviário global em 2050, quando o mundo terá 875 milhões de veículos elétricos de passageiros, 70 milhões de veículos elétricos comerciais e 5 milhões de veículos de célula de combustível na metade do século.

Tudo isso vai demandar muita energia!

O jeito mais viável de abastecer todos esses carros é com a energia solar fotovoltaica, que pode ser instalada nos próprios terminais de carregamento.

Todas essas perspectivas nos trazem a certeza que a energia solar fotovoltaica, um setor que já cresce muito no Brasil, vai crescer ainda mais nas próximas décadas.
Fonte: Portal Solar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − treze =