Abel destaca entrega do Inter: “O time conseguiu sofrer”

postado em: Notícias | 0

No primeiro tempo, o Inter colocou duas bolas na trave do Santos. No segundo, Rafael Moura conseguiu transformar a superioridade colorada em gol, completando de cabeça cruzamento de Alan Patrick aos 11 minutos. Momentos antes, o zagueiro Paulão havia sido expulso após reclamar do árbitro goiano Wilton Pereira Sampaio.





O sofrimento para construir a vitória por 1 a 0 e apagar a derrota para o Ceará no meio da semana foi o principal argumento utilizado por jogadores, técnico e direção do Inter neste domingo. Na entrevista coletiva, Abel Braga explicou a estratégia elaborada para receber os paulistas:



— O que faltou nos últimos jogos foi essa dinâmica de hoje. No primeiro tempo, jogamos praticamente no campo do Santos. Fizeram o tempo todo a diagonal com o Thiago Ribeiro. E nos colocamos muito longe do nosso gol. Eles vêm jogando com uma linha de seis atrás. Óbvio que ia acontecer de errarmos algum passe. Não podíamos tentar aproximar demais, que viriam no contra-ataque. Mas nossa recomposição foi muito boa. O time conseguiu sofrer e, no futebol, é muito importante isso hoje. Estou orgulhoso do que cada um jogou.





O lateral-direito Wellington Silva ressaltou a garra da equipe. O atacante Rafael Moura disse que uma chance "mataria" o jogo. O vice de futebol Marcelo Medeiros definiu que o preparo físico foi preponderante. Já o zagueiro Paulão criticou a falta de diálogo do árbitro, o que, segundo ele, causou sua expulsão:



— A minha falta foi para amarelo e aquela do lado da área não? Disse para ele que era falta de critério. Falei educadamente. Se agora não pode dialogar dessa forma, não sei o que falar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − dois =