Grêmio tenta recriar Jardel com ‘gigante’ de 19 anos

postado em: Notícias | 0

Centroavante, medindo mais de 1,90, chega ao Grêmio preterido em um clube carioca, não tem lá muita intimidade com a bola e logo de cara ganha elogios do técnico Luiz Felipe Scolari. De quem estamos falando? A réplica do imaginário gremista é óbvia, Jardel. Mas a resposta correta é Ronan.

O jovem atleta que ainda está em processo de transição entre as categorias de base e grupo principal tem características e história semelhantes ao autor de tantos gols entre 1995 e 1996. Caiu nas mãos exatamente do mesmo treinador. E mesmo que o clube tente evitar o rótulo, a comparação com o ídolo se torna lógica. Ronan, um novo Jardel.

Mas por enquanto é cedo. A avaliação gremista é que tal comparação não tem muito a ajudar o jogador. Por isso, Ronan é 'blindado'. Entrevistas só ocorreram após a estreia como profissional, nos minutos finais do duelo contra o Criciúma, na Arena. Ali, a timidez natural do menino que nasceu em Piraúba, Minas Gerais, não autorizou muitas palavras a saírem da boca.

"Foi uma estreia boa, mas poderia ter sido melhor", definiu após a vitória sobre o Criciúma, no início do mês.

Mas ao contrário de Jardel, que chegou ao Grêmio já profissional, mas com experiências restritas ao Ferroviário-CE e o Vasco, Ronan já esteve até fora do país. Aos 11 anos, ele treinava em uma escolinha de futebol mineira quando chamou a atenção do ex-lateral Felipe Alvim. Já era maior que todos os meninos de sua categoria e jogava com os mais velhos. Levado pelo ex-jogador, passou a treinar no Fluminense, onde assinou seu primeiro contrato profissional em abril de 2011.

No ano seguinte, Ronan viveu uma experiência internacional. Foi para Itália, onde passou seis meses em um período de testes no Parma. E os italianos se interessaram na aquisição do centroavante, mas as questões burocráticas impediram. O elenco tinha muitos estrangeiros. Ronan voltou ao Brasil e se transferiu, passou por vários momentos de lesão, e assinou empréstimo para o Grêmio logo após renovar com o Fluminense, no ano passado.

"Ele [Ronan] estava no nosso banco de dados há muito tempo. É um jogador com uma característica bem específica. É forte fisicamente, centroavante de área. Um jogador com ótimo poder de conclusão. Vinha se recuperando de lesão no Fluminense e contratamos por empréstimo com direitos fixados", afirmou o diretor das categorias de base do Grêmio, Júnior Chávare.

Ronan cresceu, e como cresceu. Hoje o 'gigante' mede 1,96. E por ter 19 anos, ainda há possibilidade de ficar ainda maior. No Grêmio, passou por três meses de trabalhos físicos para depois se integrar ao elenco Sub-19. Neste ano, participou da campanha na Copa São Paulo e estava na base até chamar atenção de Felipão.

"É um jogador de uma característica difícil de ser encontrada. É alto, forte, tem um bom posicionamento e poder de conclusão. Além de ser rápido, para o tamanho dele", elogiou Scolari, que já deu duas oportunidades ao jovem. Uma delas como titular, diante do Cruzeiro. Mas a juventude ainda atrapalha os primeiros passos e o rendimento passou longe do ideal.

Neste jogo, aliás, mais uma característica aproximou Ronan de Jardel. A falta de intimidade com a bola nos pés. Não faltaram lances em que ele apresentou dificuldades em domínios ou busca por jogadas individuais. O mesmo ocorria com o ídolo gremista. Não jogava bonito, fazia gols.

Ronan, no entanto, ainda não está pronto. Após uma semana de testes no principal, voltou para o time de base no processo de transição que ocorre com os jogadores considerados promissores.

O clube gaúcho terá até janeiro para decidir se irá ou não comprar 80% dos direitos econômicos do jogador e seguir com o projeto de 'novo Jardel'. Se ele conseguirá ou não se tornar a réplica do artilheiro da Libertadores de 95 e duas vezes vencedor da Chuteira de Ouro na Europa, só o tempo poderá dizer. Mas início é semelhante, e a comparação inevitável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + dezessete =