Felipão pede e Grêmio libera oito jogadores em três meses

postado em: Notícias | 0

A primeira determinação de Luiz Felipe Scolari no Grêmio foi reduzir o elenco. Tão logo conheceu o grupo que tinha nas mãos, o comandante determinou que jogadores pouco aproveitados deveriam deixar o clube. E a direção logo atendeu. Rapidamente, oito atletas foram emprestados e hoje, depois de três meses, o número de atletas no grupo satisfaz o comandante. 

A alegação de Scolari para solicitar a redução no grupo era a quantidade de atletas que permaneceriam à disposição sem ter efetivas possibilidades de atuar. Profissionais que sobravam, inclusive, de treinamentos coletivos. Eram, ao todo, 36 no grupo, hoje são 28. 
 
No lugar deles, Felipão prefere usar jovens das categorias de base que não necessariamente estão no grupo principal, mas passam por testes para conquistar um lugar no elenco. Casos como ocorridos com Ronan, Leandro Canhoto, Júnior, Balbino e Nicolas Careca. Todos passaram ou passam por períodos de testes no grupo principal. E posteriormente retornam para base. 
 
Quem não tinha chance já teve destino. E foram oito jogadores. O goleiro Busatto foi cedido ao Icasa-CE, Marquinhos Pedroso voltou ao Figueirense, Jean Deretti repassado ao Joinville, Tinga parou no Boa Esporte, Maxi Rodríguez foi para o Vasco, Guilherme Amorim para o Londrina, Rafael Thyere esteve pouco tempo no Boa e acabou indo para o Atlético-GO e, por último, Rodriguinho se transferiu para o Al-Sharjah, do Emirados Árabes Unidos. 
 
Com dois anos de contrato, o treinador irá analisar, ao fim desta temporada, se precisará pedir reforços para a direção. Até agora, se diz satisfeito com o que tem, ainda mais pelo número reduzido de atletas que o autoriza a dar igual atenção a todos. 
 
"O Felipão sabe trabalhar muito bem com os jogadores. Ele sempre disse que nosso elenco não é formado por 11 jogadores, mas por todos os 30 do elenco. Por isso, sempre quem está fora sabe o que precisa fazer quando entrar, e mesmo quem está jogando sabe o que precisa fazer se é necessário atuar em outra função", garantiu o volante Ramiro. 
 
O Grêmio volta a campo no sábado para pegar o São Paulo pelo Campeonato Brasileiro. O jogo está marcado para as 16h20, na Arena. Nesta quinta, o elenco trabalha à tarde. 
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − cinco =