Inter mantém sina contra times do G-4 e põe em risco 1º lugar do returno

postado em: Notícias | 0

O Internacional segue sem ganhar dos integrantes do G-4 do Campeonato Brasileiro. A derrota para o Cruzeiro, 2 a 1 no sábado, confirmou a sina do Colorado. Com aproveitamento de 22% diante dos grandes rivais da tabela, o time de Abel Braga ainda vê seu primeiro lugar na classificação do segundo turno em risco. O desempenho nesta período é o que dá esperança por uma guinada e busca do título – cada vez mais improvável.

Contra os seis primeiros colocados o Inter tem 22% de aproveitamento: quatro pontos conquistados em seis jogos disputados. Diante dos demais times o rendimento pula para 71,7% e sustenta a campanha de vice-líder.

A partida em Belo Horizonte, no sábado, era a grande chance para o Colorado encerrar o fraco desempenho perante rivais do topo. Ganhar do Cruzeiro também reacenderia a disputa pelo título, com diminuição da diferença de pontos. Mas com o revés tudo foi por água abaixo.

"A gente está buscando, estamos tentando ultrapassar o Cruzeiro. O nosso pensamento é buscar todo título que tem para disputar. Não vamos desistir, a luta continua. Temos que levantar a cabeça e ir para o próximo jogo", disse o zagueiro Paulão após a derrota.

O resultado fora de casa também coloca em risco o posto fantasia de líder do segundo turno. Até então melhor time do returno, com 13 pontos conquistados em seis partidas, o Inter viu o Cruzeiro encostar na lista. Além da equipe mineira e do Colorado, Bahia, Santos e Atlético-MG também acumulam o mesmo rendimento depois de sete rodadas. O time de Abel Braga segue no primeiro lugar pelo maior saldo de gols.

Abel Braga e os dirigentes do Internacional, mesmo nove pontos atrás do Cruzeiro, não jogam a toalha e seguem afirmando que é possível roubar o primeiro lugar do time de Everton Ribeiro e companhia. Na quinta-feira o Colorado visita a Chapecoense tentando se manter no topo da tabela do returno e com um fio de esperança pelo título.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − 7 =