Grêmio refaz contas e persegue sequência para se ‘infiltrar’ no G-4

postado em: Notícias | 0

O empate com o Coritiba, fora de casa no último sábado, foi comemorado somente na hora pelo Grêmio. Com a cabeça mais fria, o time de Felipão lamentou o 1 a 1 no Couto Pereira e tem motivos de sobra para isso – mesmo com o gol de Riveros, aos 40 minutos do segundo tempo. O escore fora de casa obriga a equipe gaúcha a refazer suas contas e perseguir uma nova sequência de vitórias para se infiltrar no G-4 do Brasileirão.

Dois pontos atrás do último integrante da zona de classificação à Libertadores, o Grêmio precisa de vitórias consecutivas para avançar na tabela. E tem pela frente dois jogos em casa, diante de Vitória e Internacional. Ganhar do time baiano e do arquirrival é vital para a nova conta azul, preta e branca.

"A gente precisava dos três pontos. Levamos um gol de bola parada, algo que não é comum, mas conseguimos somar no final. Temos dois jogos em casa e precisamos dos seis pontos", comentou Barcos, capitão do time.

Além de estar dois pontos atrás do quarto colocado – atualmente o São Paulo, mas que após o complemento da rodada pode ser o Internacional, o Grêmio tem contra si o histórico de presença no G-4. Após 31 rodadas, o time só esteve em quatro oportunidades no bloco de cima da tabela de classificação.

O número é o menor na comparação com os outros times que disputam vaga à Libertadores de 2015. O Inter já acumula 25 rodadas no G-4, Corinthians 20, São Paulo 19, Fluminense 12 e Atlético-MG seis. De acordo com o site Chance de Gol, o Grêmio tem apenas 14,4% de chances de conseguir um lugar na parte de cima da classificação. O índice leva em conta o rendimento atual e a dificuldade dos jogos restantes.

"Já disse que não engano ninguém. A gente tem que estar no bolo até os últimos jogos. Esse é nosso espírito para jogar ate lá. Temos uma equipe boa, mas não superior demais aos outros. Não é assim. Precisamos ter os pés no chão", afirmou Felipão.

Além de Vitória e Inter, o Grêmio ainda enfrenta Cruzeiro e Flamengo em sua Arena. Jogos contra Criciúma, Corinthians e Bahia, fora de casa, encerram a tabela da equipe treinada por Luiz Felipe Scolari.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 + oito =