Inter surpreende e demite Diego Aguirre às vésperas do Gre-Nal 407

postado em: Notícias | 0

Diego Aguirre não é mais técnico do Internacional. Em uma decisão surpreendente, três dias antes do clássico contra o Grêmio, a diretoria de futebol convocou reunião e decidiu mudar o comando do time – eliminado da Copa Libertadores há três semanas. Odair Helmann, auxiliar fixo do clube, ficará como treinador interino. Muricy Ramalho, já sondado, Mano Menezes e Oswaldo de Oliveira são os cogitados para assumir o cargo.

"Estivemos conversando e agora pela manhã tomamos esta decisão. E esta decisão foi implementada lá pelas 10h30 da manhã. Decidimos fazer antes do clássico para criar uma atmosfera que possa nos ajudar", afirmou Vitorio Piffero, presidente do Internacional, em entrevista coletiva no CT do Parque Gigante.

Campeão do Gauchão ao vencer o Grêmio, Diego Aguirre sofria desde o final de fevereiro com fogo amigo no estádio Beira-Rio. A boa campanha na Libertadores deu fôlego e força aos métodos e escolhas do treinador. A queda para o Tigres abriu brecha para que a corrente contrária ganhasse corpo.

Vice-campeão da América em 2011, Aguirre disse não ao Peñarol em dezembro e fechou com o Inter. A contratação dele foi escolha de Luiz Fernando Costa, vice de futebol que faleceu por conta de infarto no final de janeiro. Sem o dirigente que foi buscá-lo no Uruguai, o treinador perdeu força no clube. Ainda assim, conseguiu indicar dois jogadores de sua confiança: Nico Freitas e Lisandro López.

O ápice da passagem do uruguaio pelo Inter ocorreu nos jogos contra Universidad de Chile, Atlético-MG e Grêmio. Onde o time apresentou futebol de muita intensidade e marcação pressão. Também foi mérito de Diego Aguirre barrar os reforços caros e sem boa resposta para lançar jovens como William, Geferson e Rodrigo Dourado. O sistema de mudança constante na escalação e a preparação física pesaram contra.

O uruguaio deixa o Beira-Rio após 48 jogos, onde obteve 24 vitórias, 15 empates e nove derrotas. Com aproveitamento de 60,4% e o título do Campeonato Gaúcho, conquistado diante do Grêmio. Juntamente com ele, também deixam Porto Alegre o preparador físico Fernando Pignatares e os auxiliares Enrique Carrera e Marcelo Sáchez.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 17 =