Conheça as notas com muitos zeros e pouco valor

postado em: Notícias | 0

Em alguns países não é necessário dispor de muito espaço na carteira ou na bolsa para carregar uma pequena fortuna. Em outros, por outro lado, pode-se levar uma mochila cheia de dinheiro e, ainda sim, não carregar muito valor. Existem cédulas cheias de zeros em muitos países que, na comparação com o dólar americano, não valem muito.

O caso mais famoso é o da nota de 35 quadrilhões de dólares zimbabuanos que podia ser trocada por apenas US$ 1 (R$ 3,51). No mês passado, o governo do Zimbábue tirou de circulação a moeda do país e introduziu um novo sistema financeiro para enfrentar a hiperinflação.

Hoje, um exemplo de maior denominação do mundo é a nota de 500 mil dongues do Vietnã. A cédula equivale a quase US$ 23 (R$ 81).

Mas há notas que, na prática, valem muito mais.

A BBC Mundo, o serviço em espanhol da BBC, listou as cédulas com maior denominação do mundo ─ bem como seus valores correspondentes em dólares. Entre elas, estão aquelas que valem menos segundo taxas de câmbio vigentes no momento em que esta reportagem foi escrita.

A nota de 10 mil dólares cingapurenses (Cingapura): US$ 7,221

Nota de 1 mil francos suíços (Suíça): US$ 1.020

Nota de 500 euros (União Europeia): US$ 548

Nota de 1 mil dirhams (Emirados Árabes Unidos): US$ 272

Nota de 100 mil drams (Armênia): US$ 209

A seguir, as notas de grande denominação e com menores valores em dólares americanos.

Nota de 10 mil francos guineenses (Guiné): US$ 1,36

Nota de 5 mil soms (Uzbequistão): US$ 1,94

Nota de 1 mil Kwachas (Malauí): US$ 2,18

Nota de 100 dólares liberianos (Libéria): US$ 1,08

Nota de 100 bolívares (Venezuela): a cotação depende

Segundo o economista Mighel Angel Boggiano, professor da Universidade de San Andrés, na Argentina, a nota de 100 bolívares venezuelanos é a que tem menor valor em dólar no mundo.

Ele explica que um estudo sobre moedas realizado pela consultoria Carta Financiera revelou que, extraoficialmente, são necessários 600 bolívares para comprar apenas 1 dólar. Ou seja, por essa cotação, 100 bolivares equivaleriam a apenas US$ 0,17.

A Venezuela tem três tipos de câmbio oficial: US$ 16 no caso do dólar oficial de referência, US$ 8 para a taxa Sicad e US$ 0,50 para a taxa Simadi.

Leia tudo sobre: economia • brasil econômico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − 7 =