Goleada 100 anos depois e quase um mês sem vencer. Inter afunda na crise

postado em: Notícias | 0

Uma goleada que não acontecia desde 1910 em clássicos, o quarto jogo seguido sem vitórias no ano e o cargo de treinador vago, três dias depois da surpreendente demissão de Diego Aguirre. A derrota vexatória no Gre-Nal deste domingo (09), na Arena do Grêmio, afunda o Internacional em uma crise sem precedentes.

O Gre-Na 407 era, até às 18h30min, a salvação do Colorado para o restante do ano. Tanto assim que a diretoria radicalizou e decidiu demitir Diego Aguirre, sob argumento de abatimento coletivo após queda na Copa Libertadores. O confronto com o tradicional rival, porém, agravou a crise. Aumentou a pressão.

"Muito difícil perder dessa maneira. Isso mostra que a qualidade momentânea que o Grêmio tem hoje, coletivo, individual. Eles foram superiores, sempre eficientes, chegando à frente", disse Alex –que entrou no intervalo na vaga ocupada por Anderson antes.

A superioridade do Grêmio, quase que inacreditável por ser tão gritante em um confronto historicamente igual, também ampliou a série de jogos sem vitória do Colorado. Agora são quatro as partidas em que o time não venceu – somando aí o revés de 3 a 1 para o Tigres-MEX, em Monterrey. O último triunfo foi contra o Goiás, em 18 de julho.

"A gente tem que aprender. Passamos por uma semana difícil, mas isso não pode ser desculpa também. Somos todos homens para assumir", afirmou Wellington na saída de campo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 − cinco =