Ainda é ‘copeiro’? Maior campeão da Copa do Brasil não leva taça há 14 anos

postado em: Notícias | 0
Os anos de 1989, 1994, 1997 e 2001 parecem distantes. E de fato estão. Foram as vezes que o Grêmio conquistou a Copa do Brasil. Os quatro títulos iguala o Cruzeiro como maior campeão do torneio, que começa para o Tricolor nesta quarta-feira (1º) diante do Campinense às 22h (horário de Brasília), no estádio Hernani Sátyro, o Amigão. E o desempate ocorre com três vices contra dois dos mineiros. Mas o maior vencedor encara jejum e não ergue a taça há 14 anos. Agora, tenta provar que ainda é 'copeiro'. 
 
O termo consagrou o Grêmio principalmente sob comando de Luiz Felipe Scolari nos anos 1990. A supremacia em duelos de mata-mata sob comando de Felipão definiram o time que conquistou título após título naquela época. E até mesmo sem ele, o rótulo seguiu. Mas os mais jovens sequer lembram-se disso sem auxílio de arquivos. 
 
Scolari, que comanda os azuis novamente, também é multicampeão. Conquistou a Copa do Brasil quatro vezes. Por Criciúma [1991], Grêmio [1994] e Palmeiras [1998 e 2012]. Agora, pode ajudar a resgatar a principal características de seu cube do coração.  
 
O histórico, mesmo distante, ainda ajuda o Grêmio na competição. Quatro títulos, três vices e mais quatro desclassificações nas semifinais. E nas quedas uma fase antes da final estão duas participações recentes. Em 2012 o time então comandado por Vanderlei Luxemburgo caiu para o Palmeiras de Felipão, campeão posteriormente. E em 2013 a equipe de Renato Gaúcho foi eliminada pelo Atlético-PR, que acabou perdendo a final para o Flamengo. 
 
"É uma de nossas metas avançar na Copa do Brasil, para atingir o objetivo de um ou dois títulos no ano. Não é uma partida especial, mas sabemos que é especial o campeonato que iniciamos. Vamos trabalhar para que os jogadores estejam preparados", disse Felipão após o último compromisso gremista pelo Gauchão. 
 
Em campo, o time gaúcho conta com as voltas de Marcelo Grohe, que serviu à seleção brasileira, Douglas, que estava suspenso na última partida, e Matías Rodríguez, que estava lesionado. Por outro lado, ainda não contará com Cristian Rodríguez, que segue lesionado e cumpre suspensão. Além de Erazo, que defende a seleção do Equador. 
 
Enquanto isso, o Campinense acabou de ser eliminado da Copa do Nordeste pelo Bahia e conta com o desfalque principalmente de Alvinho, que fraturou a perna no último compromisso e sequer atuará mais neste ano. O time do técnico Francisco Diá não faz mistério e promete postura ofensiva em casa. 
 
Se vencer por dois ou mais gols de diferença, o Grêmio evita o compromisso de volta, na Arena, previsto para o dia 15. 
 
FICHA TÉCNICA
CAMPINENSE X GRÊMIO
 
Data e hora: 1º/04/2015 (quarta-feira) 22h (horário de Brasília)
Local: estádio Hernani Sátyro (Amigão), em Campina Grande-PB
Transmissão na TV: RBS TV, Sportv 3 e ESPN Brasil
Árbitro: Avelar Rodrigo Silva-CE
Auxiliares: Arnaldo Rodrigues de Souza e Nailton Júnior de Sousa Oliveira (ambos cearenses)
 
CAMPINENSE: Gledson, Leyrielton, Jairo, Pedrão e Jeferson Recife; Negretti, Neto, Leandro Santos e Luiz Fernando, Reginaldo Junior e Felipe Alves. 
Técnico: Francisco Diá
 
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Matías Rodríguez, Rhodolfo, Pedro Geromel e Marcelo Oliveira; Ramiro, Maicon, Giuliano, Douglas e Luan; Braian Rodríguez.
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 + três =